Senhor Deus…

Senhor Deus, são os seus filhos que te buscam neste momento.

Sabedor das necessidades de cada um de nós, enviou-nos o seu filho querido
Jesus para estar junto dos homens e dar-lhes novas perspectivas.

Nas margens dos lagos, nas beiras de praias, entre jardins e desertos,
cidades e guetos, passou nosso Mestre.

Ensinamentos belíssimos recebemos, sem contar nas provas de sua verdade e
vida que Ele nos deu em todos os instantes de sua passagem pela Terra.

Olhando a multidão que o procurava desesperada, Ele sabia que cada um tinha
um problema, enfrentava uma dificuldade, carregava uma aflição.

Para todos fez um único convite: “Vinde a mim e Eu vos aliviarei”.

O divino alívio é Jesus.

Precisamos ir até o Nazareno, através dos esforços mentais, pelo pensamento
ativo e confiante, sem falar nas ações imperativas de amor que devemos ter
para que o contato com Ele se torne mais proveitoso e límpido.

Quantas vezes jornadeamos cansados, sobrecarregados, tristes, magoados, com
a sensação que estamos sendo perseguidos ou que fomos vítimas de
injustiças… E quantas vezes a dor do corpo lateja forte, as feridas se
fazem crescentes e olhamos para a nossa saúde e não encontramos motivos para
sorrir…

E aqueles, que caminham com dores do Espírito, com a sua mente atordoada,
sentindo-se sós, abandonados, traídos…

Para todos que carregam aflições Jesus disse: “Vinde a mim…”
Vamos até ele!

Mentalizemos um lugar tranquilo, onde é possível ouvir sons agradáveis de
pássaros, a ventania cortando das árvores até os nossos ouvidos, como música
divina… Um lugar simples, calmo, tranquilizador.

Neste momento vemos um homem aparecer a nossa frente. Tão simples, tão
humilde e tão sereno.

É Jesus.

Ele vem com as suas duas mãos luminosas estendidas sobre nós e o seu alívio
é derramado delas através de fluidos abençoados…

As forças da natureza são evocadas, se mesclando com o Fluido Cósmico
Universal, presença de Deus em todo o Universo, transformando-se em energias
salutares para o nosso corpo perispiritual.

Agora mentalizamos os nossos familiares e também os nossos amigos.
Mentalizamos nossa casa e as casas daqueles que caminham conosco. A paz se
fará presente em todos estes lugares!

Buscamos trabalhar no esforço diário do perdão. Para isso mentalizamos
aqueles que nos ofenderam ou que foram ofendidos por nós, os que nos
magoaram ou que os magoamos, os que nos golpearam ou que os golpeamos…
Eles precisam de mais amor no coração e nós também! Que o Mestre ajude-nos a
curar as feridas que causamos nos outros e que as que nos foram causadas
sejam saradas pelas suas bênçãos!

Obrigado Deus, por ter nos dado a oportunidade de conhecer Jesus Cristo!

Obrigado Jesus, por nos ter abençoado e conduzido na senda do bem!

Que este alívio conquistado nos seja força inspiradora para que os nossos
caminhos (pensamentos) sejam abertos para o amor, a vida (em abundância,
como Ele nos prometeu), a saúde, a prosperidade, o amparo espiritual, a
proteção divina, a esperança, a fé, a perseverança e o otimismo…

Como Davi em seu Salmo, possamos saber o momento certo de buscar o alívio em
Deus. “Senhor, refrigera a minha alma”!

Com Jesus saibamos o caminho seguro de conquistar o alívio as nossas
aflições e demandas.

Seja feita a vontade do Pai!

Amigos de Chico Xavier

Você pode comentar, ou rastrear no seu site.


Escreva comentário

Você necessita registrar-se para comentar.